sábado, 23 de janeiro de 2010

Robert Pattinson em “The Summer House”

image

 The Summer House  (2008) é um filme curto britânico, com duração de 12 minutos, dirigido por Daisy Gili.

Produção

Direção: Daisy Gilli

Roteiro: Ian Beck

Gênero: Drama

Idioma Original: Inglês

Duração: 12 minutos

Ano: 2008

Elenco

  • Jane — Talulah Riley
  • Richard — Robert Pattinson
  • Priscilla — Anna Calder Marshall
  • Freddie — David Burke
  • Marie Pierre — Marianne Borgo
  • Nico — Laurence Beck
  • Sinopse

    O filme fala sobre um momento na vida de uma jovem garota. Um momento decisivo, a hora de tomar uma decisão: voltar ou ir em frente? Jane, de 17 anos, está na França rural visitando sua tia Priscila durante o quente verão de 1969, o ano em que o homem foi à lua. Também vivendo neste lindo castelo do século XIX, uma casa da bela adormecida, está o antigo amor de sua tia, Freddie Porteous, um charmoso britânico, e sua esposa Marie Pierre, uma francesa linda de grande sofisticação.

    Jane deixou para trás um infiel primeiro amor. Milhares de cartas têm a perseguido, cartas decoradas com corações para tentá-la. O autor destas cartas, Richard (18 anos), aparece de repente. Jane não tem consciência de que sua situação provoca tensões com a geração mais velha. Ela ouve cochichos de coisas não ditas do coração da relação de Freddie e Priscilla, e descobre a atração e paixão preocupante de Marie Pierre.

    A menina procura alguém para pedir conselho, mas Priscilla, Freddie e Marie Pierre se tornaram envolvidos em seus próprios sentimentos vertiginosos sobre como era ter 17 anos e estar apaixonado. Em uma festa para comemorar a chegada do homem à lua, Jane é transformada por Marie Pierre de uma inglesa simples, para uma mulher sofisticada. Ao querer impressionar e suspeitando que Richard possa estar na festa, ela mantém sua cabeça erguida.

    Tonta pela dança, e encorajada pelo champagne, Jane se aventura em ir a Summer House. Curiosamente conseguiu o melhor para ela. Existe algum caso entre sua sensível tia e o carismático Freddie? Ao invés disso, ela é confrontada por um Richard arrependido. Ele a quer de volta. Ela está impossivelmente tentada, mas repelida por seu bruto esforço de forçá-la.

    O sentimento ideal de um jovem amor fica comprimido pelo louco desejo de Richard, e pela gracejante chegada de Priscilla e Freddie. Jane é forçada a encarar o desapontamento da realidade. Perturbada com a motivação de Richard e com a aparente imaturidade de Priscilla e Freddie, ela queima as cartas fechadas, e as joga no fundo de um poço. Seu mundo mudou, se expandiu. Um conto de fadas mais complexo está emergindo.

    Site Oficial do Filme

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ...

    Ocorreu um erro neste gadget