quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Team 411 fala sobre Kristen Stewart e Robert Pattinson

Você já leu algumas coisas sobre sobre mundo de Crepúsculo e do The Runaways que estrelam Kristen Stewart. Eles são o Team 411 (que também tem o twitter KStew411) e eles tem um ponto de vista ilimitado das coisas sobre Kristen. Dessa vez, eles pegaram Robert Pattinson e Kristen Stewart você deve conhece-los como Edward e Bella em Crepúsculo - e como a mídia e o público podem desequilibrar.

Primeiro algumas coisas que vocês devem ser lembrar do Team 411:
- Nós somos a favor de Kristen, amamos Robert Pattinson. Ele é efervecente! Nós o achamos fofo e charmoso, e nós certamente esperamos que seu talento o deixe com uma carreira sólida.

- Nós somos a favor de Robsten. Se você nos disser que eles são somente amigos especiais com as linhas juntas, mesmo que as 2 da manhã eles estejam filmando, nós vamos perguntar como é a vista da sua casa nas margens do Nilo.

- Nem todo mundo tem que gostar da Kristen Stewart - como dissemos antes, ela não é para todos. (Mesmo que os fãs dela sejam os mais legais. Se você pensar com você mesmo "Eu não gosto tanto assim dela" você é agora 10% menos legal do que era antes de pensar).

Então tenha essas 3 coisas em mente: Nós gostamos de Rob Pattinson, somos Robsten, e não ligamos se você gosta da Kristen Stewart ou não, porque não é sobre gostar dela e sim de respeitar.

Acho que você pode ver aonde quero chegar com isso. Toda vez que alguem diz que Kristen Stewart não é boa o suficiente para Robert Pattinson, você se rebaixa a uma escolha feita entre maduros, adultos responsáveis. Mesmo que você pense que eles são amigos, você só está julgando a pessoa com quem seu ídolo escolheu passar um tempo. Estou ciente de que os fãs de Kristen acham que Robert é inferior a ela, mas vamos ser honestos. Mesmo que você pense que Robsten é uma história de amor, ou que são grandes amigos, eles merecem respeito dos fãs por trazer os personagens até as telas. E Kristen não merece ser detestada só porque ela sai com Rob Pattinson. Nós achamos que Kristen é uma das melhores coisas de Pattinson agora. Isso mostra um bom gosto dele. E ele tem uma pontaria alta, porque Kristen Stewart está no topo do jogo, e tudo indica que ela pode ter a carreira que quiser em Hollywood. Enquanto Pattinson prova que ele tem talento para o público em geral (e antes que você reclame, lembre-se que Johnny Depp e Leonardo Di Caprio também eram famosos por serem bonitos do mesmo jeito que Robert está agora).

Kristen já é considerada uma das melhores atrizes de drama. Ela está na lista para as melhores filmagens. Ela está na lista com pessoas como Foster, De Niro, Sutherland e Hurt. Qualquer papel para alguém com menos de 25 anos é mandado para seu agente, ela está sendo selecionada, tem papeis como Joan Jett e uma jovem stripper.E ela tem o respeito de todos de Hollywwod, incluindo Robert Pattinson. E mesmo depois de um ano da franquia, ela ainda continua odiada. Todos os dias o Team 411 ve alguém dizendo que ela não é boa o suficiente para Robert Pattinson, quando ela é, de fato, a melhor
opção de alguém que poderia se aproximar dele. Kristen está trabalhando duro para os fãs. Devemos melhorar nossa aptidão, ou insistão em colocar as opiniões pre-concebidas de "estrela. Devemos a ela o nosso melhor, porque é isso que ela está nos dando.

|FONTE

GO KIKI, GO ROB, GO ROBSTENNNN!!! =*

Matéria completa da Kiki para a ALLURE-VALE A PENA

Kristen Stewart: os rumores, a fama e 1000 coisas que deixam ela realmente, realmente desconfortável

Nas profundezas

A celebridade mais relutante do país, Kristen Stewart, tenta se adaptar a sua nova vida glamurosa.

Kristen Stewart é agitada. Atrasada para uma entrevista (uma hora e meia, para ser precisa), seu cabelo um pouco sujo e bagunçado, ela correu pelo saguão do hotel Bel-Air como se ela estivesse fugindo de um motim e, de alguma maneira, ela estava.
Ok, isso está além dos limites do aceitável”, Stewart diz. “Eu estou totalmente, completamente e inaceitavelmente atrasada”.

Entrando em uma cabine, colocando o celular e um maço de Parliaments na mesa, ela parece inconsolavelmente agitada, até sem fôlego. Ela se perdeu, ela explica. Tentando encontrar o hotel, ela desesperadamnte, fez a volta. Esqueça que ela nasceu e cresceu em Los Angeles.

Por fim, eu tive que perguntar a eles qual era a direção”, diz ela, balançando a cabeça em descrença. “Eu literalmente parei para perguntar a eles”.

Eles?

Os paparazzi”, ela esclarece, “havia cinco deles me perseguindo em SUVs. Eu parei e pedi para a porra dos paparazzi a direção certa. Não consigo acreditar na loucura que é minha vida”.

Desde o lançamento do fenômeno Twilight, o romance vampírico adolescente baseado na extremamente popular série de livros, a vida de Stewart se tornou uma incontestável loucura. Os tablóides e blogs de fofocas fizeram dela sua constante fonte de publicidade, e os fotógrafos a perseguem onde quer que ela vá. Eles chegaram a acampar em frente a sua casa. Fazem isso na casa de seus pais. Aos 19, Stewart, comprou recentemente, sua própria casa, mas se refere à casa de sua família, em San Fernando Valley, como “lar”.

Eu fico na minha nova casa até eu precisar de comida”, diz ela “Então, eu vou para casa. Eles não podem bater na porta, mas eles podem fotografar através das janelas o que está totalmente dentro dos seus direitos. Você tem que ter certeza de que suas janelas estão fechadas. Agora mesmo, há 15 deles”.

Recapitulando, quando Kristen Stewart diz “eles”, ela quer dizer os “paparazzi”: os 15 fotógrafos que estão instalandos no jardim da frente da casa de seus pais, ainda que vários deles estejam agora estacionados do lado de fora do Bel-Air, esperando ela sair. E aqui uma outra palavra cuja definição de Stewart pode variar, dependendo da norma: “pessoas”.

Quando eu digo ‘pessoas’, eu quero dizer ‘blogueiros’”, ela diz. “E comentários (na internet). Os que comentam geralmente são piores do que os blogueiros. Eu sei o que as pessoas dizem sobre mim. Depois que eu voltar dessa entrevista, eu vou dar uma olhada e ver o quão idiota eu pareço me perdendo. Você pode apenas dar um google “Kristen Stewart, direções, perdidas” ou pôr a data. Eu não posso acreditar que estou falando como me pesquisar no google”.

Stewart não diz o porquê ela pesquisa ela mesma, mas dada a força da curiosidade e da auto-consciência, que estão claramente em guerra dentro dela, você tem o sentimento de que é algo que ela simplesmente não pode evitar. E, como previsto, uma pesquisa de imagens dessa data em especial geram uma sequência de fotos praticamente idênticas e banais daquela tarde. Stewart, o celular mencionado e um maço de cigarros na mão, andando por um estacionamento, Stewart subindo uma escada; e sim, Stewart parecendo envergonhada e confusa atrás do volante do seu mini cooper preto. E, de fato, as “pessoas” têm várias opiniões sobre ela, nem todas gentis. Uma pequena amostra:

“Eu amooo Kristen!! Ela é tipo, minha atriz favorita e não é so por causa de Twilight! Ela arrasa, eu adoraria sair com ela, eu apenas queria que ela não fumasse, mas quem se importa, só afeta a ela mesma… EU TE AMO KRISTEN!”

“… pra mim, ela parece só um lixo branco e desajeitado…”

“Kristen Stewart sempre com esse cabelo de quem acabou de sair da cama. Adoro isso. É sexy.”

“ESTRANHA!”

Nem sempre foi assim. Antes de 21 de novembro de 2008, o dia em que a versão cinematográfica de Twilight invadiu os cinemas (o segundo, The Twilight Saga: New Moon, estréia esse mês) e de legiões de fãs fiéis fazerem de Stewart uma estrela da noite para o dia, ela era apenas uma garota comum. Uma ex-atriz mirim sofrendo uma transição para papéis mais maduros e, relativamente, introspectivos, Stewart combina aquela sexy vizinha moleca e a garota moderna e casual o que faz dela um novo sopro de renovação da rebeldia feminina da maioria das outras atrizes de sua idade.

Dentro ou fora da personagem, ela é muito mais adepta do jeans e do capuz do que mostrar suas pernas ou usar decote. Sua voz e maneirismos são igualmente despretensiosos; nas telas, ela consegue ser tão natural e sem afetações que, às vezes, dá a impressão de que não está atuando nem um pouco. Se sua trajetória profissional tivesse sido um pouco diferente, essas qualidades podiam tê-la levado para o status de rainha indie – uma Parker Posey mais lacônica. Mas como aconteceu, Stewart foi escalada para uma  franquia milionária que, graças ao legado dos livros, já teve uma enorme audiência e, que instantaneamente, se tornou ainda maior. Ainda que Stewart tenha sido uma escolha perfeita para Bella Swan, a tímida colegial que cai sobre a influência de Edward, um vampiro de 108 anos que habita o corpo de um belo, ainda que ligeiramente anêmico adolescente (Robert Pattinson), ela está significativamente menos confortável em sua vida real como um ícone teen. E como o lançamento de New Moon, ela se prepara para mais uma nova onda de loucura.

O que as pessoas me disseram (quando assinei para Twilight) era que iria ter uma leva de fãs, pessoas que amam os livros”, diz Stewart, suas unhas escuras contrastando com os sanduíches que está comendo. “E que elas estariam obcecadas e que eu receberia muitas críticas, como também muitos elogios. Mas as pessoas não lhe dizem que, vivendo em Los Angeles, é um show a cada segundo do seu dia. É como o Show da Kristen. E isso é muito entediante!”

“Entediante” é uma palavra que Kristen usa bastante quando se trata de si. Sua propensão para a auto-depreciação é correspondente a sua indiferença, ligeiramente triste, o que faz de seus papéis tão melancolicamente atraentes. Mas para registro ela não é nem um pouco entediate. Ela tem idéias e preocupações sobre si mesma e o mundo. Ela escreve um pouco (“Eu não sou uma escritra de histórias, mas eu amo palavras, eu amo o efeito que elas têm”, diz) e ela gosta de ler ficção – recentemente, Henry Miller. Além de que, é difícil ser tediosa quando você é inteligente o bastante para escolher papéis interessantes em interessantes filmes (seu papel como uma funcionária de um parque cheia de humor negro na última primavera, em Adventureland, foi particularmente pungente) e está interpretando Joan Jett (numa roupa de couro preta bem colada) no vindouro The Runaways. É difícil ser tediosa quando se trabalha com diretores como Sean Penn (Na Natureza Selvagem) e Mike Figgis (Cold Creek Manor) e quando, aos onze anos, em seu segundo filme, você interpreta a filha de uma atriz lendária a quem você é constantemente comparada, Jodie Foster (O Quarto do Pânico).

Ainda uma garota de 19 anos que deixou a escola na sétima série (ela fez um programa de estudos em casa, com tutores) e alguém, segundo ela mesma, que não é muito boa para falar de si mesma e que pode ter dificuldades em se conter diante de sua vida de estrela. E a propensão de Stewart para se atrapalhar com as palavras, relaxando os ombros e recomeçando frases pela metade, não salvam sua reputação da relutante e atrapalhada. Enquanto recebia seu prêmio de melhor atriz no MTV Movie Awards, em junho, ela conseguiu arremessar sua pipoca dourada através do palco, um olhar de horror passou pelo seu rosto, ela se encolheu em frente à multidão e disse, “Eu fui tão atrapalhada quanto eu pensei que eu seria”. E, no começo desse ano, numa aparição no David Letterman, onde ela gaguejou e disse algo sobre dirigir até a Rússia (bem como dar um aviso indiferente: “Eu sou realmente muito chata”) provocou uma onda de piadas de mal gosto na blogosfera.

Aparentemente eu estava fora de mim, ou algo assim”, Stewart diz sobre a reação. “Eu sinto como se eu fosse e sentasse e fosse tipo, ‘E aí, como está? O que quer saber de mim?’ as pessoas iriam desligar suas TVs e ficar tipo, ‘Livrem-se dessa garota’… Aqueles dez minutos são tudo. Você tem que ser engraçada e bonitinha, e você tem que promover o filme, e eu não sei o que mais. Você tem que parecer gostosa ou algo assim. Eu não sei; eu não sei”.

Também para registro, Stewart é gostosa. Ela tem uma pele luminosa, olhos verdes cintilantes (ela usa lentes de contato para interpretar Swan, que é descrita nos livros, como tendo olhos castanhos) e um corpo esguio que, aparentemente, exige pouco em termos de exercícios físicos ou dieta: “Você precisa ver meu irmão; ele é tipo muito magro. Nós dois apenas somos naturalmente magros”, ela diz. Sobre porque certos perseguidores de celebridades podem se irritar com sua recusa de jogar pelas regras convencionais do jogo, do glamour feminino, a perspicácia de Stewart sobre o assunto é marcada pela desconfiança.

Eu saio pra fora, e estou vestindo uma camiseta surrada e meu cabelo está sujo, e as pessoas dizem, ‘O que há de errado com ela? Ela precisa investir em uma escova’”, Stewart dispara, sua voz elevando-se acima do quase silêncio em que se encontra a sala (interessante como ela parece muito mais animada fora das telas do que dentro). “Eu sou tipo, você não percebeu? Eu não sou aquela garota! Tipo, eu nunca fui aquela garota. Não é como se eu tivesse um corte limpo e arrumadinho no ano passado”.

Não, mas há um ano ela não era influência para milhares de garotas adolescentes (e uma grande quantidade de mães dessas garotas) que fantasiam desarticuladamente sobre o Eros de uma paixão vampírica proibida. A alegoria de Twilight pode compreender vários temas – divórcio, deslocação, a indescritível emoção de ser escolhida pelo cara que todas querem – mas em sua essência, Twilight é sobre a dinâmica psico-sexual das restrições. Se Bella e Edward consumarem seu relacionamento, ela arrisca juntar-se a ele ao mundo dos mortos-vivos. E por amá-la muito para sacrificá-la, e ela o ama o suficiente que está disposta a cometer o sacrifício, seu romance trava nesse ponto entre o possível e o impossível, entre o começo e o fim.

Há muitas coisas de vampiros por aí, mas esse vai mais fundo”, diz Stewart, que confessa que não era uma fã dos livros antes de assinar para os filmes. “Mas é (mais do que) apenas preliminares. Ainda que tenha feito isso tão bem – tem feito um trabalho muito bom – a espera, é tipo, ridículo. Mas é tudo pelas razões certas. Você fica muito com Bella. Você se põe no lugar dela. É uma experiência poderosa. É viciante”.

E assim é a onda de especulações que se instalou em torno de um possível romance fora das telas entre Stewart e Pattinson, de 23 anos. Embora, ela esteja ligada, há muito, ao ator Michael Angarano, 21, com quem ela contracenou no filme Speak de 2004, inúmeros veículos de comunicação têm tido uma certa euforia em dar a entender que Pattinson e Stewart anseiam secretamente um pelo outro, mas são restringidos por algumas amarras da vida real. “Mas o que ele realmente quer é sua co-estrela?”, anunciou uma capa da revista People que trazia Pattinson estampado em julho. Naquele mesmo mês, um tablóide australiano “relatou” a falsa história de que Stewart estava grávida de Pattinson. De fato, sua vida pessoal não é algo que ela gosta de falar a respeito, porque mesmo de forma menos autêntica, se tornou entediante. Para ela, de qualquer forma.

Eu leio essa história todo dia”, diz ela, quando perguntada se Angarano ainda é seu namorado e se há alguma verdade nos rumores sobre Pattinson. “Está em uma história a cada dia, então não vamos colocar isso em outra”. E com isso, ela lança um olhar imponente, quase gélido que faz você crer que um vampiro adolescente pode se apaixonar por ela. Ela também deixa muito claro que não se deve pressioná-la quando o assunto é sua vida amorosa.

Muito da auto-definição de Stewart foi construída a partir do que ela se opõe. Ela é rápida ao dizer o que ela não gosta, não pode ou não quer fazer. Por exemplo, sobre falar pouco “Você não pode esperar que alguém chegue a algum lugar em dez minutos de conversa”,sobre aulas de interpretação “O que me arruinou”), e sobre a idéia de atores posando para fotógrafos. “É a coisa mais inútil do mundo, ver atores saírem de seus edifícios e ver como eles se colocam na frente dos paparazzi”.

Pergunte o que ela é, o que ela aspira e o que quer da vida , e Stewart trava um pouco mais. Como muitas garotas de 19 anos com certo tipo de índole e temperamento, ela tem uma porção de idéias sobre o que é “real” e como e porque essa “realidade” é freqüentemente posta de lado em favor de mentiras.

Sua dificuldade se converte em um bate-papo quando se trata de filmes pelos quais ela é apaixonada o que pode fazê-la parecer indiferente. Essa indiferença pode resultar da sua personalidade “cool demais”, o que pode fazer as pessoas pensarem que Stewart não dá a mínima, não se importa. De fato, ela se importa demais. “Eu gasto muito do meu tempo lutando contra soar insincera a respeito de uma coisa pela qual eu morreria”, Stewart diz. “Talvez eu esteja tentando compensar… eu me importo demais. E é mostrado o oposto. E mesmo vendo isto (a entrevista), eles ficarão tipo, Oh, ela está tentando fazer com que a gente saiba…

A voz de Stewart morre. Ela não tem certeza de como terminar a frase. Ela brinca com seu cabelo e cobre o rosto com suas mãos e esfrega suas têmporas, como se suas verdadeiras expressões estivessem enterradas sob os escombros das coletivas de imprensa, e as sessões de fotos e tudo mais fazem com que ela acabe por cometer coisas como arremessar seu troféus do MTV Awards no palco.

Eu não consigo entender a situação em que estava a minha vida, quando aquele momento ocorreu”, Stewart fala a respeito do troféu lançado. “Foi tipo, ‘Nãããããão…’ Todo mundo diz que foi tão cativante, mas foi horrível”.

Se alguma frase pode sintetizar o que é ser como Kristen Stewart (não que ela pudesse aprovar algo tão reducionista), seria essa. Há algo inequivocavelmente charmoso – mesmo encantador – em seu jeito atrapalhado, um afeto bruto. Mas a falta de interesse de Stewart em se tornar mais glamourosa ou competente – ou, conforme o caso, mais íntima com as ruas de LA – pode fazer sua vida ser mais difícil do que necessita ser. Ainda assim, quando se tem 19, as boas notícias são como as más notícias: Não duram para sempre. Stewart irá crescer e, com alguma sorte, ter melhor orientação e com bastante força de vontade, talvez ela pare de pesquisar no Google sobre si mesma.

|FONTE

ADOREI A ENTREVISTA…

SÓ O COMENTÁRIO FINAL-“…talvez ela pare de pesquisar no Google sobre si mesma.”-, QUE FOI TIPO….DISPENSÁVEL !

Robert em “The Rings Of Nibelungs”

Rob sobre a KIKI

Maria Lindholm da ELLE Magazine, Suécia, entrevistou Robert Pattinson em Cannes, maio do ano passado.

“Kristen está passando pelas mesmas coisas que me aconteceram este ano. Ela é a única pessoa que se relaciona comigo no mesmo nível.”

Vocês entendem um ao outro?

“Sim, nós éramos bons amigos desde o início e ela é muito legal, uma grande atriz. Eu gostaria de trabalhar com ela em outros projetos também, mas eu não acho que podemos, pelo menos por um tempo. Acho que ela é a melhor atriz de sua geração. É isso, depois de ler várias coisas recentemente, haha.”

|FONTE

FRASES DO ROB PARA A SEVENTEEN

LEIAM… MATÉRIA INTERESSANTE SOBRE O ROB…

robsten

Lembrando as falas
“Toda vez que eu faço um trabalho, eu na verdade estou aprendendo a atuar do zero de novo, (principalmente) quando eu não trabalhava a um ano. Eu meio que esqueço como se faz!”

Ficando em segundo plano em Lua Nova
“É tão legal ficar com um papel coadjuvante. Teve tanta pressão em cima do Taylor nesse filme, e foi tipo, eu não tive um dia ruim durante toda a filmagem. Eu só chegava no set e pensava ‘Ah, eu tenho uma fala!’”

Casamento nos Tablóides & boatos de Gravidez com a Kristen
“Literalmente, isso seria apavorante se de repente – bem, na verdade, não seria apavorante, seria bem satisfatório, na verdade, ser capaz de engravidar alguém estando no outro lado do país. E por mensagem de texto!”
Porque ele se menospreza
“Porque as vezes eu me olho no espelho (risos) – eu acho que qualquer um me menosprezaria.”

E o segredo para o cabelo que é sua marca registrada é…
“Eu uso só água. Ninguém acredita, mas é verdade!”

Se aprofundando com a Kristen
“A Kristen é de fato uma ótima atriz. Eu gosto mesmo de trabalhar com ela, e ela é bastante intensa com as coisas, e ela vai tão ao extremo quanto alguém gostaria de ir. Se você quer ir tão a fundo quanto possível, com qualquer tipo de coisa, ela está sempre mais do que disposta a ir junto.”

Análise Microscópica
“É engraçado as coisas que você vê quando você é o alvo da indústria de revistas de fofocas completamente bizarras. É tipo, ‘O QUE?!?!’. Todas essas coisas sobre eu e a Emilie (de Ravin, sua co-estrela em Remember Me) também. Os tablóides dizem coisas do tipo ‘Eles tiveram um encontro em um restaurante indiano’ Nós estávamos fazendo uma cena! Tem a equipe do filme lá!”.

Dando Entrevistas
“Eu não acho tão interessante como ser humano, então eu não penso muito sobre o que eu falo ou faço enquanto está sendo gravado”

Qual é o próximo passo…
“Talvez eu vá para uma cidadezinha minúscula em Idaho que tem tipo 3 pessoas morando lá”.

Porque ele raspou a cabeça
“Eu tinha recém acabado de fazer uma sessão de fotos para a GQ, e eu cortei depois disso, na sessão, e eu pensei, Bem, eu acabei de fazer uma capa para GQ, eu posso aproveitar e cortar o cabelo”

Comentários de Nikki sobre Rob
Primeira Impressão
“A primeira vez que eu o Jackson (Rathbone) foi no vôo para Portland, e ele tava com o violão e de óculos e eu pensei comigo mesma Ai não, mais um músico / ator introvertido (risos) e eu nem sei o que eu pensei do Rob. Minha opinião quanto ao Rob sempre foi a mesma. Ele é um cara ótimo, ele é muito talentoso, (mas) nós não somos tão próximos quanto o resto do elenco.”

Deixando Claro
“Eu nunca consigo ganhar, nem mesmo quando eu algo relativamente neutro. Algumas semanas atrás eu estava em um evento, e eles disseram ‘Você perdeu o aniversário do Rob, como você se sente?’ e eu disse ‘Eu liguei para ele, está tudo bem’ e eles escreveram ‘Ela ainda está amargurada por causa da separação!’ eu fiquei tipo que separação?! Eu e o Rob nunca estivemos juntos.

Comentários de Ashley sobre Rob
Primeira Impressão
“Quando eu conheci o Rob, ele literalmente não me deixou com nenhuma impressão. Ele é quieto, e ele não é muito extrovertido, ele não é do tipo ‘Oi, e ai? Eu sou o Rob!’ Então com a Catherine, ela que basicamente falou ‘Então, esse é o Rob.’ E eu falei ‘Ah, legal!’ E é tão engraçado lembrar isso agora, porque todas as meninas desmaiam por ele”

|FONTE

“PUCCA SWAN”

tumblr_krg77xtxyj1qa55c7o1_400

Vídeo Antigo do Rob

Lançamento da Trilha Sonora Oficial do filme A Saga Twilight: LUA NOVA 16/10

O site oficial da Stephenie foi atualizado hoje com notícias da nova data de lançamento da Trilha Sonora de Lua Nova.

“Recebi a seguinte informação da Atlantic Records hoje:

Devido aos pedidos incansáveis e sem precedentes, a Chop Shop/Atlantic Records anunciou uma nova data para o lançamento de Trilha Sonora Oficial do filme A Saga Twilight: LUA NOVA. De longe a trilha sonora mais antecipada do ano, a coletânea vai ser lançada agora essa sexta-feira 16 de Outubro, 4 dias antes da data originalmente marcada! Se você fez pré-compra do álbum, você pode esperar que chegue nesta data ou logo depois.

Acrescentando, nós gostariamos de anunciar com exclusividade que nos CDs físicos o livreto se desdobra em um poster! A imagem está abaixo. Garanta a sua cópia da Trilha Sonora Oficial do filme A Saga Twilight: LUA NOVA.

–Seth”

 

|FONTE

Trio em ensaio fotográfico

Parece que no último dia 12 o Tay, a Kris e o Rob, fizeram um ensaio fotográfico para a Entertainment Weekly.

|FONTE

Rob , Kristen and Chris vão a Paris


10 de Novembro está marcada na agenda da Kris, do Rob e do Chris, uma visitinha a Paris, ainda não explicada, só o que sabemos é que não será nenhuma premiere para Lua Nova.

|FONTE

ATUALIZAÇÃO: O TAYLOR TAMBÉM ESTARÁ LÁ. AO QUE TUDO INDICA SERÁ UMA CONFERÊNCIA COM A IMPRENSA NO HOTEL CRILLON.

Novidades sobre BD/AMANHECER

Não é nada confirmado oficialmente pela Summit, mas o MSN Espanha fala quando começarão as gravações de BD, que realmente serão dois filmes e ainda a data de lançamento! Confiram a matéria!

O ultimo livro da Saga Twilight será dividido em dois filmes

Image Hosted by ImageShack.usLOS ANGELES, 14 de setembro (EUROPA PRESS) – Finalmente serão cinco e não quatro os filmes de Twilight, Stephenie Meyer conseguiu o que queria e Amanhecer, a última parte da Saga, será dividida em dois filmes. A idéia da Summit Entertaiment é fazer o mesmo que Sony fez com a saga de Harry Potter, dividir o ultimo livro em 2 filmes. Algo que não é nada estranho tendo em conta que a ultima parte de Meyer é a mais intensa e suas mais de 800 páginas dão aos roteiristas material de sobra para fazerem 2 filmes.

E parece que isso é o que finalmente acontecerá. Segundo informa Production Weekly, Breaking Dawn será filmado em setembro de 2010, não terá “sexo” e terá duas partes c=que se filmarão como sendo apenas uma. Em espera de uma confirmação oficial, Amanhecer (o que seria a primeira parte) tem sua estréia marcado para novembro de 2011, a segunda parte poderia sair no verão de 2012.

Para esses dois filmes as gravações se mudarão para Portland, Oregon, onde se filmou o primeiro filme da Saga, ainda não tem diretor confirmado, já que como de costume aSummit quer mudar de direção em cada filme. Além de buscar diretor, a produtora também está nas buscas de um jovem talento para que interprete Renesmee Cullen, a filha metade vampira e metade humana dos protagonistas Edward Cullen e Bella Swan.

|FONTE

Aquecimento Lua Nova 2

free image hostfree image hostfree image hostfree image hostfree image hostfree image host

|FONTE

CHRIS WEITZ DIZ QUE A KSTEW SE SUPEROU

Chris Weitz, diretor de “Lua Nova”, não esconde sua admiração por Kristen Stewart. Em entrevista à revista “People”, ele afirmou que a atriz se saiu muito bem no filme. “Kristen é a atriz mais séria que já vi. Ela se superou no trabalho de interpretar a depressão de Bella”, diz.

No filme, Edward (Robert Pattinson) abandona Bella (Kristen Stewart), deixando a garota arrasada e pronta para se envolver com Jacob (Taylor Lautner). Weitz ainda dá sua definição para filme. “’Crepúsculo’ é sobre o primeiro amor; ‘Lua Nova’ é sobre corações partidos”, diz. Kristen Stewart concorda. “Há muitos momentos emocionais no filme”, opina.

Já Taylor Lautner fala sobre as dificuldades que encontrou para fazer o longa. “Eu fiquei muito nervoso, tentando representar o Time Jacob de um jeito certo. Esse cara [Pattinson] é um ótimo concorrente”, diz.

“Lua Nova”, o segundo filme da saga “Crepúsculo”, chega aos cinemas no dia 20 de novembro

|FONTE

Robsten …lindos..mais fotos da VF


|FONTE

10/01/2010 How To Be(Uma vida sem regras) no Brasil

Novas fotos da Kiki loira

|FONTE

Alex Meraz falando sobre Robsten – agora com legendas

Trilha Sonora de Lua Nova

Confira a trilha sonora Oficial de LUA NOVA na playlist logo abaixo da saudação de boas vindas do blog!!!

Só pra aumentar um pouco mais a nossa ansiedade neh?! As minha unhas já eram, faz tempo,…e é sério, não é balela de blogueira não…

Ah….e dia 22 de Novembro, em Los Angeles, às 9 horas da noite, acontecerá o American Music Awards 2009. E a trilha sonora de Twilight está concorrendo na categoria Favorite Soundtrack (Trilha sonora favorita)! Vamos dar uma força e votar lá gente! Clique aqui e dê o seu voto!

 

 

...

Ocorreu um erro neste gadget